Paladar: uma habilidade a ser treinada?

Ao falarmos de paladar infantil, não há certo e errado. O que existem são paladares com naturezas diferentes e, consequentemente, preferências alimentares diversas.

É importante que os pais tentem identificar e respeitar a natureza do paladar da criança, a fim de ajudá-la a encontrar o estilo de alimentação que mais se adequa ao seu paladar inato.

Apesar de a criança nascer com um tipo de paladar predominante, os pais podem ajudá-la a treiná-lo, já que o paladar pode ser visto como uma habilidade a ser desenvolvida.

Algumas dicas são importantes para os pais que desejam auxiliar os seus filhos a desenvolverem paladares que os ajudem a ter uma boa relação com a comida:

– Procurar ter uma alimentação natural e diversificada na gestação, já que é a fase de formação do paladar.

– Durante a amamentação, investir nos diferentes sabores – azedo, doce, ácido, amargo, salgado -, pois estes sabores passam à criança através do leite materno.

– Investir em preparações diversificadas, coloridas e nutritivas na fase de introdução alimentar, já que é o início do contato de todos os sentidos do corpo da criança com o mundo dos alimentos, um universo totalmente novo para ela.

– Incentivar a criança a comer com atenção plena, pois esta prática é capaz de fazê-la desenvolver a sua consciência corporal na hora de comer, tão importante para a construção de uma boa relação com os alimentos.

– Dar prioridade às comidas bem temperadas, frescas, caseiras, isentas de aditivos químicos, corantes ou condimentos artificiais, a fim de não contribuir para que o seu filho desenvolva um paladar viciado e, com isso, tenha dificuldade de aceitar uma maior variedade de alimentos.

– Ao invés de perguntar de forma direta se a criança gostou ou não da comida, peça que ela a descreva usando atributos do alimento como temperatura – gelado, morno, quente -, sabor – amargo, ácido, azedo, salgado, picante e textura – crocante, cremoso, macio, gorduroso. Desta forma, ela estará desenvolvendo o seu contato com os seus sentidos usados na hora de comer, o que a ajudará a conhecer melhor a natureza do seu paladar.

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.